ACTOS E ACTAS
  • Quando a boa nova transborda

    . Actos e Actas

    Quem conhece Úlfilas? Não fora ele ariano, por acaso, e estaríamos agora a venerá-lo entre os grandes evangelizadores, ao lado de Cirilo e Metódio. Não vivesse ele entre os Godos e haveria em qualquer sítio um qualquer príncipe cristão, católico e ortodoxo, que lhe estenderia o braço armado para o emudecer. Úlfilas foi o primeiro […]

  • Solstícios, ou a natureza como epifania

    . Actos e Actas

    Anda nestes dias a Pastoral em trabalhos de descolagem dos velhos ‘sítios do pica-pau amarelo’, onde o imaginário cristão adoptou — na maior liberdade dos filhos de Deus — o que de melhor havia no imaginário pagão. Voltamos à História, voltou-nos o gosto e a exigência [da Esperança] de fazer História. Muito bem, ainda bem. […]

  • Quem disse popular?

    . Actos e Actas

    Não podemos negar que nos colámos às festas pagãs, com o mesmo direito [de facto] com que nos colámos às festas judaicas. E estamos hoje com as mesmíssimas dificuldades em nos descolarmos pastoralmente das festas pagãs, que tivemos na ruptura com o Templo. Para lhes curar a tristeza fatal tivemos que invadir os bosques-sagrados-da-evasão dos […]

  • 84.º aniversário

    . Memória

    O P. Leonel Oliveira nasceu há 84 anos, no dia 9 de maio de 1934, em Freamunde. Recordamos um dos seus mais impressivos textos, tão profundamente autobiográfico: Quem de nós quando jovem e mesmo depois quando velho, mais velho, não ouviu a voz do Século, na boca das falsas aceitações, apresentar-nos e ou presentear-nos com […]

  • África agora

    . Actos e Actas

    Foi muito cedo que o Evangelho penetrou em África. O próprio Jesus, ainda menino de colo, passando ao Egito, ali foi um refugiado… político! E todos os indícios convergem para confirmar que foi da África que a Boa-Nova saltou para a Península Ibérica, a partir de Cartago. As intervenções do bispo Cipriano, nas questões eclesiais […]

  • Há um existencialismo cristão?

    . Actos e Actas

    Passados — em tão pouco tempo — da maior euforia para a maior depressão, eis-nos de novo na frase crítica, partidos a meio pelos dois mitos contraditórios: do regresso à Natureza e do Progresso que há de vir, acompanhados pela angústia do futuro e pelo medo dos velhos fantasmas. “Nada de novo sob o sol”, […]

  • Três quê?!…

    . Actos e Actas

    A doutrina Trinitária, elaborada ao longo dos quatro primeiros concílios ecuménicos [Niceia, Constantinopla, Éfeso — para o qual Santo Agostinho havia sido convidado, mas onde não pôde participar pois, entretanto, morreu em Hipona — e Calcedónia], representa a teologia das nossas dificuldades, razão por que os símbolos da Fé, sobretudo o de Niceia-Constantinopla, que nos […]

  • Cronos ou Kairos? — o Mistério do Tempo

    . Actos e Actas

    Muitas abordagens houve já ao Mistério do Tempo, e a última — a dos Físicos, depois dos Metafísicos e dos Psicólogos — é peremptória: “O Tempo é irreversível!”. Mas, ainda muito dominada pela Matemática, a Física não vai mais longe do que o número do Movimento, Tempo sem definição, sucessão irreversível de segundos, minutos, horas, […]

  • Força-os a entrar! [Lc 14, 23]

    . Actos e Actas

    A liberdade dos outros. Não só a liberdade religiosa, mas toda a liberdade. A liberdade é indivisível. A nossa liberdade, a dos filhos de Deus, não tem nada a ver com a liberdade dos outros? De facto, pecar é o contrario da liberdade. “Todo aquele que comete o pecado é escravo!” [João, 8, 34]. Liberdade […]

  • Páscoa

    . Introdução

    Sempre de oito em oito dias, ao ritmo do Oitavo dia, génese da novidade absoluta da Vida que nos surpreendeu naquela Manhã sob o Choque da Ressurreição… Sempre de oito em oito dias, a Assembleia que é o nome da Igreja, da Una e Santa, nos reúne para o Partir-do-Pão em que reconhecemos o Cristo […]